Presidência gasta R$ 17,7 mil com garrafas de água mineral

13 de novembro de 2016
Dyelle Menezes

carrinho-de-comprasA Presidência da República reservou R$ 17,7 mil para a aquisição de água mineral. Na compra estão incluídas 360 garrafas de 500 ml com gás, 19,5 mil garrafas de 1,5 litros e 5.568 copos de 200 ml. Os líquidos, conforme empenho, são de água mineral natural obtida diretamente de fontes naturais ou artificialmente captada, de origens subterrâneas, caracterizadas pelo conteúdo definido e constante de sais minerais (composição iônica) e pela presença de oligoelementos e outros constituintes.

Limpeza

A Presidência também deverá lavar a roupa suja nas próximas semanas. A Pasta reservou R$ 3,7 mil para produtos de limpeza. Serão desembolsados R$ 1,7 mil para 200 detergentes em pó para roupa, R$ 754,00 para 40 amaciantes de roupa de 5 litros de base neutra, R$ 1,1 mil para 300 sacos de algodão branco de tecido para limpeza e R$ 170,20 para a compra de 20 frascos de álcool etílico.

Identificação de servidores

Após tantas mudanças e novos funcionários, incluindo o presidente da República, Michel Temer, a Pasta se preocupou com a identificação dos servidores. Foram empenhados R$ 1,3 mil para a aquisição de 3 mil protetores de crachá em PVC rígido, R$ 840,00 para 3 mil cartões de identificação sem chip e R$ 11,2 mil para fitas impressoras

Copos de água e café

A Câmara dos Deputados empenhou R$ 48,6 mil para compra de copos descartáveis. Do total, R$ 42 mil para o fornecimento de 23.738 centos de copos descartáveis para água e R$ 6,6 mil para a compra de 8 mil centos de copos descartáveis de plástico para café.

Poltronas

A Câmara também vai desembolsar R$ 74,5 mil para o fornecimento de 100 unidades de poltronas giratórias com espaldar médio, com braço. O pedido foi realizado pelo Departamento de Materiais e Patrimônio da Casa.

Materiais de escritório

O Senado Federal vai destinar R$ 4,3 mil para compra de 800 tesouras de costura. A Casa ainda empenhou R$ 12,7 mil para a aquisição de 2,2 mil colas do tipo bastão, na cor branca para aplicação em papel. Outros R$ 6,7 mil foram destinados para 600 grampeadores de mesa.

Envelopes

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai pagar R$ 3,4 mil para a compra de 4,8 mil envelopes para convite em papel telado na cor branca. Os envelopes medem 17 cm x 24 cm, com abertura tipo bolsa, impressão do brasão nacional, dos dizeres “Supremo Tribunal Federal”, “Presidente do Supremo Tribunal Federal” e do endereço, embalados em pacotes contendo 100 unidades.

PrintFriendly and PDF