STJ gasta R$ 27,5 mil com dedetização, desinsetização e desratinização

em Orçamento | 22.01.2017

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) empenhou R$ 27,5 mil prestação, no presente exercício, de serviços de desinsetização, dedetização e desratização. Os serviços serão executados nas dependências da sede do Tribunal e em seus anexos, incluindo as áreas gramadas e ajardinadas.

Manutenção de elevadores

O STJ ainda reservou R$ 39,7 mil para prestação, no presente exercício, de serviços de manutenção preventiva corretiva e assistência técnica, incluindo técnico residente e o fornecimento de peças e componentes originais, para 27 elevadores e 03 monta-cargas instalados na sede do Tribunal. O pedido foi realizado pela Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura do STJ e atende ao período de 01/01/17 a 24/03/17.

Decoração

A Câmara empenhou R$ 143,2 mil para o fornecimento e instalação de cortinas, forros e persianas. A Câmara também vai destinar R$ 9,1 milhões para a prestação de serviços na área de condução de veículos. A empresa contratada foi a Cetro RM Serviços Ltda. Já o Tribunal de Contas da União empenhou R$ 12,1 mil para a aquisição de pufes. Ao todo, foram adquiridos 51 pufes de couro sintético de três tipos variados.

Ar condicionado

A Câmara dos Deputados reservou R$ 909,9 mil para a prestação de serviços continuados na área de manutenção preventiva e corretiva e de operação de sistemas de ar condicionado e de exaustão mecânica para a Casa.

Vigilância armada

O TCU também vai destinar R$ 7,8 milhões prestação dos serviços continuados de vigilância armada, nas dependências do Tribunal e nas residências das autoridades e de segurança pessoal privada armada para condução de veículos oficiais de representação e acompanhamento de autoridades, compreendendo além da mão de obra, o fornecimento de uniformes e o emprego de todos os equipamentos e ferramentas necessários à execução dos serviços.

Indenização

A Câmara dos Deputados empenhou R$ 9,9 mil para a indenização em favor do prestador de serviços Lindomar Souza Barros, relativa ao furto de motocicleta de sua propriedade ocorrido em 30 de agosto do ano passado. O roubo aconteceu no estacionamento dos edifícios anexo II e III da Casa.

Peças e manutenção

A Câmara reservou R$ 4 mil para o fornecimento de peças para cadeiras de rodas. Outros R$ 2,3 mil para manutenção preventiva em cadeiras de rodas manuais. O pedido foi da Diretoria Geral da Casa e o valor atende a até o final da vigência contratual com a empresa Excimer Tecnologia Comércio E Assistência.