Câmara paga R$ 21,6 mil em taxa extraordinária de condomínio de apartamentos funcionais

em Orçamento | 29.01.2017

Aquela taxa extra do condomínio nunca é bem-vinda, ainda mais no início do ano, mas ela chega para todos. A Câmara dos Deputados reservou R$ 21,6 mil para atender despesas com taxa extraordinária de condomínio no período de janeiro a dezembro deste ano. A taxa é incidente sobre os apartamentos funcionais de número 104, 107, 304, 502 e 506 do bloco H da quadra 114 sul, em Brasília. O pagamento foi realizado a pedido da Coordenação de Habitação da Casa.

Sem incêndio

A Câmara também vai destinar R$ 949,5 mil para prestação de serviços continuados de bombeiro civil (brigada de incêndio) por 12 meses a pedido do Departamento de Polícia Legislativa da Casa. O valor vai atender até o final da vigência do contrato, sendo que R$ 895,5 mil para pagamentos mensais e R$ 53,9 mil para o 13º salário.

Madeira como nova

O Senado Federal empenhou R$ 5,8 mil para a compra de 10 Kg de goma laca. O material de origem vegetal, de cor avermelhada e apresentação em pó, servirá para envernizar madeiras em geral da Casa.

Serviços gráficos

O Tribunal de Contas da União (TCU) reservou R$ 701,5 mil para a prestação de serviço gráficos pelo sistema OffSet, monocromáticos e policromáticos, incluindo acabamento, a prova contratual, a embalagem, o fornecimento de papel e de todo material de suprimento, bem como a remessa de material impresso para o Tribunal.

Água potável

O Supremo Tribunal Federal (STF) empenhou R$ 3 mil para a aquisição parcelada de água mineral ou potável de mesa, natural, sem gás. A marca da água é Bonjour. A bebida será entregue em garrafas de 20 litros.

Aluguel de aeroporto

O STJ empenhou R$ 304,3 mil para cessão, no presente exercício, de uso de área aeroportuária de propriedade da União no Aeroporto Internacional de Brasília, destinada à atividade de sala de recepção de autoridades do Tribunal.